Segunda-feira, 20 de Abril de 2009

Seguimos hoje com a rubrica Burbujas de Amor depois de uma paragem forçada na passada semana.

Depois de um impasse, resolvi obtar por mais uma canção séria. Para a semana volto com um registo mais...extrovertido digamos assim.

Hoje é um cantor, que escreve as suas canções há que dizer, que tal como Joaquin Sabina descobri nesta minha estadia.

Quique González de seu nome, creio não ter "par" português. A maior aproximação, assim feita de repente será talvez João Pedro Pais e daí...Há que ter cuidado com este tipo de comparações!

Não querendo influenciar-vos antes de ouvirem a música, para mim Quique González faz aquilo que acho ser a chave para os cantores que não adoptam o anglo-saxonismo vocal, como forma de serem populares, e preferem cantar na sua lingua natal. Creio que essa chave é a aposta na música, e aqui referiu-me a música - som.

Se a nossa lingua é mais obstáculo que vantagem, não sendo um elemento sedutor, a resposta penso estar na linguagem universal que são as notas musicais. Se a melodia for boa, e a voz ajudar claro, o cantor/a até pode estar a cantar em japonês que iremos sempre nos sentir atraidos pelo som, dependendo do gosto de cada um também.

Muitas vezes ligo o rádio, e na estação está a tocar uma música portuguesa. Mãe do céu! É uma falta de qualidade de musical (outra vez falo em som) incrivel, por e simplesmente devem pensar: "Epá, esta letra é bué catita, ó Jorge mete aí uma batida de três instrumentos só para não parecer que canto à capela."

É a diferença entre cantores e músicos. Quique González creio estar no segundo grupo. Apostar na capacidade dos intrumentos e inventar melodias variadas, evitando assim o "monocordismo" se me permitem a expressão. 

Ídolo da malta jovem alternativa sem ser um fenómeno, não é um músico radiofriendly mas Sabina também não o é e isso não impede de ser venerado pelo país, pelo que me dão todos a entender.

Aqui fica Quique González com Salitre, espero que gostem.

 

PS: Esta é uma versão dum espectáculo ao vivo que deu origem a um CD intitulado Ajuste de Cuentas. Fica a sugestão para descobrirem também.


sinto-me embalado
ruido Quique González - Salitre

vulgarizado por João às 08:57 | link da posta | explanar | ajuntar aos favoritos

1 explanação:
De Sandra a 20 de Abril de 2009 às 10:27

Mui bonito e ajuda a começar o dia, é levezinho, suave.

Por aqui, descobrimos Blof (ver etiqueta Dutch Music).
Há uma que adoro: " Dansen aan Zee" . É cantada em conjunto pela Cristina Branco. É linda! Metade da letra em dutch, metade em português.


explanar posta

Há um mito, em forma de graça, que alega que um espanhol apenas vai a Portugal para comprar toalhas. Este é um relato da estadia de um Estudante de Arqueologia em Erasmus em Espanha, e suposto produtor de toalhas.
mais coisas
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


postas frescas

Um novo começo!

Porque hoje é segunda...

Mira Tio!...o anúncio da ...

A "minha" Faculdade parte...

A minha homenagem às mães

Porque hoje é segunda (é ...

Sinto que estou num país ...

Mira Tio!...a minha facul...

"Quem não tem cartãozinho...

Porque hoje é segunda...

depósito

Junho 2010

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

tags

anúncio

atm

aulas

burbujas de amor

canção

cartão

cerveja

começo

dia da mãe

faculdade

madrid

mixta

multibanco

português

uam

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds